Ultras

ultra

Quais são as ultras e quantas devemos fazer durante o pré natal?

Infelizmente, há uma grande diferença entre quem faz o pré natal pelo SUS e quem faz particular. No SUS eles fazem duas ultras, enquanto no particular são muitas. No SUS ainda há a dificuldade no agendamento dessas ultras, pois nem sempre tem vaga e a gestante acaba perdendo a “janela” para fazer o exame.

No particular, as ultras são solicitadas pelo Obstetra que faz o acompanhamento do pré natal e, normalmente, são as seguintes:

  • Primeira ultra: Esta ultra é realizada por via transvaginal assim que se descobre a gravidez e após o beta dar mais de 1000 para que se tenha certeza de que o saco gestacional está implantado no útero e não nas trompas ou cavidade abdominal. Há médicos que sequer pedem essa ultra, pedindo tão somente a ultra seguinte. Geralmente o que se vê é um pontinho preto no meio do útero. No máximo já poderá ser visualizado o saco gestacional e a vesícula vitelínica (um círculo transparente) que desaparecerá mais pra frente.
    1-ultra

    O pontinho preto na ultra é o saco gestacional dentro do útero

    Aqui é possível ver que o saco gestacional está maior e dentro dele está a vesícula vitelínica

    Aqui é possível ver que o saco gestacional está maior e dentro dele está a vesícula vitelínica

  • Ultra para verificação dos batimentos: Após 07 semanas da DUM (data da última menstruação), o médico solicitará uma ultra para constatar a existência de batimentos cardíacos, bem como determinar a idade gestacional. Ela também é feita por via transvaginal. Conforme falado no post sobre quantos meses são “X” semanas, esta ultra deverá ser realizada antes de 12 semanas para que seja determinada a idade gestacional com mais precisão. A idade gestacional constatada na primeira ultra que apareceu batimento cardíaco (desde que com menos de 12 semanas) será a idade gestacional (semanas) a serem contadas pelo resto do pré-natal. Isso acontece, pois os bebês nessa fase se desenvolvem de forma parecida, sendo a margem de erro muito pequena (dias apenas). Ou seja, é a partir dessa idade gestacional que se chegará a DPP (data prevista do parto) mesmo que lá pra frente as outras ultras comecem a dar diferença.

    Dentro do saco gestacional (parte preta) há um feto de 8 semanas

    Dentro do saco gestacional (parte preta) há um feto de 8 semanas

  • Translucência Nucal: esta ultra também é conhecida como a morfológica do primeiro trimestre. Este exame deve ser realizado entre a 11ª e 14ª semana. A partir de 14 semanas, não é possível fazer a medição da translucência nucal. Ela pode ser realizada por via transvaginal ou abdome. Além desta medição, também é feita a medição do osso nasal. Ambas as informações são cruciais para a análise de possível alteração cromossomial, o que poderia trazer um bebê com algumas síndromes como a síndrome de Down. Caso esta medição dê alterada, o médico pedirá exames complementares para avaliação. Nesta ultra o médico poderá palpitar o sexo do bebê. Com esta idade gestacional, ainda não há órgão sexual formado, mas apenas um broto que irá se desenvolver. A angulação dele pode direcionar para um sexo ou para outro, porém, a margem de erro é de 20%! Então nada de comprar enxoval baseado nesse palpite.
    Medição da translucência nucal

    Medição da translucência nucal

     

    Palpite pela angulação do broto genital

    Palpite pela angulação do broto genital

  • Ultra para ver o sexo: Realizada pela barriga. Após as 16 semanas, a gestante pode solicitar ao médico um pedido de ultra apenas para que se descubra o sexo do bebê. Essa ultra não tem qualquer objetivo médico, mas tão somente a verificação do sexo mesmo.

    Uma menina!

    Uma menina!

  • Morfológica: Realizada pela barriga. Também conhecida como morfológica do segundo trimestre, esta é de longe a mais importante ultra realizada. Ela deve ser feita preferencialmente entre 18 e 20 semanas de gestação. Este exame é importante, pois além de analisar toda a formação externa do bebê (rosto, mãos, pés, membros…) ela também analisa a formação interna do bebê, órgão a órgão, bem como o fluxo sanguíneo do bebê (cordão e placenta) e fluxo sanguíneo do útero.  A posição da placenta também é avaliada, dentre outras verificações cruciais para o acompanhamento futuro.

 

  • Eco Doppler Fetal: Realizada pela barriga. Antigamente este exame era solicitado apenas para mães que tivessem alteração no coração do bebê na ultra morfológica. Hoje em dia, essa ultra é solicitada para todas as gestantes do pré natal particular. Esta ultra não analisa outras informações do bebê além do coração. É uma análise minuciosa do coração para verificar se há alguma má formação, pois em havendo, será necessária uma cirurgia após o nascimento. Este exame deve ser realizado entre a 18ª e 24ª semana.
    Análise do coração

    Análise do coração

     

  • Ultrassonografia com Doppler colorido: após a eco doppler, os médicos costumam solicitar mais algumas ultras para a gestante, geralmente com 28/29 semanas, depois com 32 semanas e uma última ao final da gestação. É possível fazer ela 3d/4d para ver o rostinho do bebê. Estas ultras são apenas para constatar como anda o bebê, se está havendo crescimento adequado, se os nutrientes estão chegando como deveriam…. Não acredite em falácias de que é preciso ver o grau da placenta, se há circular de cordão no pescoço e se o bebê está grande demais. Essas informações são irrelevantes. O que precisa ser visto é: o bebê está recebendo os nutrientes que deveria? O fluxo sanguíneo das artérias uterinas e do cordão estão ok? Se sim, qualquer outra análise para realização ou não de parto normal/cesária deverá ser feita durante o trabalho de parto, mas isso eu falo em outro post.
    Ultra 3d com 32 semanas

    Ultra 3d com 32 semanas

     

  • Perfil Biofísico Fetal: Esta ultra não é uma ultra que faça parte do pré natal da gestante de baixo risco. Quando a gestação apresenta risco, é comum que, ao final da gestação, geralmente por volta das 37 semanas, o médico solicite este exame. O perfil biofísico fetal consistirá em duas etapas, sendo a primeira a realização de uma ultra e a segunda a realização da cardiotocografia.  Ao final, o bebê ganhará uma nota que, em sendo superior a 6, estará tudo bem com o bebê. A ultra analisará: 1) O movimento fetal; 2) o tônus fetal; 3) Movimentos respiratórios fetais; 4) volume aproximado de líquido amniótico. Já o cardiotoco irá analisar a ausência de stress do feto. Este exame é realizado com a gestante deitada ou reclinada com dois monitores amarrados em faixa na barriga. Um monitorará o coração do bebê e o outro as contrações uterinas. Ao mesmo tempo, a gestante ficará com um dispositivo na mão para acionar sempre que o bebê mexer. Geralmente há necessidade do acionamento de um som alto (geralmente buzina) para que o bebê desperte e eleve os batimentos cardíacos.
Cardiotocografia

Cardiotocografia

 

Notas do Perfil Biofísico Fetal

Notas do Perfil Biofísico Fetal

4 thoughts on “Ultras

  1. Estou com 30 semanas e 2 dias eu gostaria de sabe se posso fazer a morfológico ainda? To mais preocupada de saber o sexo???? Pois a ultra obstretrica cada uma diz um sexo diferente medico com 4 meses e meio me confirmou um menino agora passei com uma medica e ela falo que parece com uma gatinha com 7 meses de gestação sendo que o bb estava de costas

    • A ultra morfológica é aquela em que se faz uma análise minuciosa dos órgãos e da anatomia do bebê. Ela tem limite pra ser feita, pois após um tempo não dá mais pra ver direito.
      Por outro lado, em qualquer ultra é possível ver o sexo do bebê. Com um pedido de ultra comum, basta vc ir numa clínica e pedir pra médica te dizer o sexo. Explique que está fazendo só pra ter certeza do sexo. =)

  2. Se vc não conseguiu ter certeza sobre o sexo do seu bebê através das ultras, você pode recorrer a um exame de sangue chamado “sexagem fetal”!
    Esse exame se assemelha a um exame de Dna, e feito com seu próprio sangue. O que ocorre é que o dna do bebê está presente na corrente sanguínea da mãe. Como a mulher só tem cromossomos X, se ao analisar o resultado dos exames e forem encontrados cromossomos Y, isso significa que será um menino, a ausência de cromossomos Y significa em menina. O exame tem precisão 99,99% e pode ser feito após a 8ª semana!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.